Suspeito de explosão em caixa eletrônico é preso com R$ 15 mil

Um jovem com mandado de prisão em aberto foi preso pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Veículos Automotores (Derrfva), da Polícia Judiciária Civil, com a quantia de quase R$ 15 mil.

A prisão foi efetuada, durante as investigações relacionadas ao crime de sequestro de uma empresária e tentativa de homicídio contra um investigador de polícia.

Carlos Breno Rodrigues de Moares, 20, estava com mandado de prisão em aberto por homicídio. Ele foi preso em uma residência no bairro Pascoal Ramos, em Cuiabá. Com ele os policiais civis encontram várias notas de dinheiro, totalizando o valor de R$ 14,8 mil, todas manchadas com tinta, características de explosão de caixaseletrônicos.

O jovem foi localizado nas buscas prender o suspeito, Kelves Gonçalves da Silva, acusado de atira contra o investigador Sidney Ribeiro dos Santos. Na ocasião da prisão, Carlos Breno estava na companhia da irmã de Kelves, com quem é casado e tem dois filhos.

Considerado de extrema periculosidade e com vários antecedentes criminais, ao ser flagrado com o dinheiro, o suspeito confessou participação em alguns crimes como, a explosão de caixaeletrônicos no dia 24 de outubro no município de Arenápolis (258 km ao norte de Cuiabá) e um homicídio cometido no ano de 2016, em Cuiabá.

Conforme o delegado, Vitor Hugo Teixeira Bruzulato, o preso também é apontado como autor de um latrocínio praticado recentemente na capital. “Com a prisão do suspeito, a Delegacia Especializada fará levantamento para apurar os delitos que o ele confessa, bem como comunicar a DHPP para providências”, completou.

Além do cumprimento do mandado de prisão decretado pelo crime de homicídio, Carlos Breno foi autuado em flagrante por associação criminosa e receptação.

As investigações continuam para localizar e prender o suspeito Kelves.

Pármenas Alt28,044 Postagens

A estrada é longa e o tempo é curto. Não deixe de fazer nada que queira, mas tenha responsabilidade e maturidade para arcar com as consequências destas ações.

Deixe um comentário