Maioria das mulheres em aplicativos rejeita cantadas com conotação sexual

Usuárias também não gostam de brincadeiras com seu corpo e esteriótipos

Ocomportamento das mulheresestá mudando ao longo dos anos. Se antes elas eram criadas para encontrar um marido e formar uma família, hoje estão cada vez mais livres para fazer o que querem - seja formar uma família, liderar uma empresa ou, às vezes, até os dois, por exemplo. E se o pensamento delas mudou, é claro que a forma como encaram as cantadas também.

Pesquisa realizada pelo Match Group LatAm, que reúne diferentes sites de relacionamentos, mostra que para 63% das mulheres ascantadascomconotação sexualacabam com apaquerana mesma hora. A empresa ouviu 1.358 pessoas por conta do Dia dos Solteiros, celebrado no dia 15 de agosto.

Já quando os comentários do homem são direcionados ao corpo da mulher, 15% delas rejeitam, mostrando que querem ser reconhecidas por outras qualidades além do corpo. As brincadeirinhas também devem ser feitas com muito cuidado, já que 12% delas não aprovam brincadeiras com o visual e 10% não aguentam piadas com algum tipo de estereótipo.

Mudança de comportamento

“Estes dados são muito importantes, pois comprovam uma mudança de comportamento efetiva por parte das mulheres. Hoje, elas podem muito mais. Colocam limites claros e não fazem nada que as desagradam, principalmente em uma primeira conversa”, afirma Marina Simas, consultora de relacionamento do Match Group LatAm.

Já a gerente de marketing do grupo, Mariana Frensel, alerta para o fato das mulheres estarem mais atentas à forma como são abordadas. “Ainda mais quando o papo acontece em sites e apps de relacionamentos, que são meios em que o diálogo é o principal instrumento para criar a primeira impressão”, completa.

Uma dica para os homens é focar mais nas qualidades da mulher além do corpo na hora das cantadas. Por que não iniciar uma conversa sobre a carreira dela ao invés de já insinuar que quer transar com ela sem ao menos conhecer? Os tempo mudaram e é preciso ser mais criativo na hora de conquistar uma pretendente.

Link deste artigo:http://deles.ig.com.br

Deixe um comentário