Fifa critica organização do Brasil para Copa de 2014: "Não temos estádios e nem aeroportos”

O secretário-geral da Fifa, Jerome Valcke, criticou nesta sexta-feira (24) o progresso das obras no Brasil para a Copa do Mundo de 2014, ao afirmar que o país ainda não tem estádios, aeroportos e um sistema de transporte. A declaração do dirigente foi dada durante fórum em Moscou. "Copa vai custar R$ 100 bilhões ao Brasil", diz o agora deputado Romário Brasileiro é contra verba pública em estádio, diz pesquisa - Eles ainda têm muito o que entregar. Nós não temos os estádios, nós não temos aeroportos, nós não temos um sistema de transporte nacional em funcionamento. Fielzão é construído com técnica arriscada Valcke enfatizou que a Fifa considera a atribuição de uma Copa do Mundo a um país sede um julgamento final. Mas as declarações desta sexta-feira foram feitas após as críticas do presidente da entidade, Joseph Blatter, ao Brasil em março. O secretário-geral ainda disse que o andamento nas obras de estádio é o que mais preocupa - Nós não podemos ter um estádio pronto no último minuto. Valcke da Fifa fez uma comparação desfavorável do Brasil com a Rússia, que no ano passado foi anunciada como a sede do Mundial de 2018. - Os estádios são as coisas mais importantes. Nós estamos mais avançados na Rússia do que no Brasil. R7

Deixe um comentário