Brasil pode ter sido uma escolha errada como sede da Copa, diz presidente da Fifa

Se os protestos acontecerem novamente, temos de questionar se tomamos a decisão errada

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, disse que o Brasil pode ter sido a escolha errada como país-sede da Copa do Mundo de 2014 se o torneio for afetado porprotestos sociaissemelhantes aos que aconteceram no mês passado, durante a da Copa das Confederações.

Blatter disse à agência de notícias alemã DPA que, se os protestos acontecerem novamente, "temos de questionar se tomamos a decisão errada" de dar os direitos de sede ao Brasil.

Centenas de milhares de brasileiros saíram às ruas durante o torneio preparatório para a Copa, em junho passado, exigindo melhores serviços públicos e questionando os custos para sediar a Copa do Mundo.

Após a Copa das Confederações, a Fifa falou com o governo brasileiro sobre as manifestações. Blatter diz que, agora, está ciente de que no próximo ano a Copa do Mundo não deveria ser atrapalhada. O presidente da Fifa ainda disse que vai discutir o assunto com a presidente Dilma Rousseff, em setembro, no Brasil.

POLÊMICA

Durante entrevista após o título do Brasil, no último dia 30,o técnico da seleção, Luiz Felipe Scolari, se recusou a responder uma pergunta sobre os protestos populares pelo paísdurante a Copa das Confederações.

Um repórter perguntou em inglês sobre o tema, e Felipão fechou o semblante e foi seco. "Não. Essa não é minha área. Não posso falar nada", disse o técnico.

No dia da final,um grupo de cerca de 500 manifestantes protestou desde às 16h ocupou a avenida Maracanã, um dos principais acessos ao estádio, na zona norte do Rio. Com isso, a dispersão dos torcedores que assistiram à decisão foi comprometida.

MUDANÇA

O presidente da Fifa também afirmou nesta quarta-feira que a Copa do Mundo do Qatar, em 2022, deve ser realizada no inverno do país, entre janeiro e março, para fugir do forte calor do verão, e admitiu que discutirá o assunto em reunião da entidade máxima do futebol.

"Temos que proteger os jogadores. Na próxima reunião do Comitê Executivo da Fifa, em outubro, adotaremos esta decisão. Tenho certeza que os membros do Comitê Executivo não me deixarão na mão", disse Blatter em entrevista ao site do jornal alemão "Bild".

O dirigente ainda argumentou que a competição deve ser uma "festa popular", assim, mesmo que os estádios sejam climatizados, não há como diminuir a temperatura em todo o país.

Blatter não deu detalhes de como essa mudança deve acontecer. Sem não tiver alterações até 2022, a Copa do Mundo será disputada em junho ou julho, no fim da primavera e início do verão do Qatar.

Em maio, Blatter disseconsiderar "irracional" jogar o Mundial no calorescaldante do país, onde a temperatura pode superar os 40º graus nos meses de verão. Sem citar nomes, o presidente da Fifa comentou que os eleitores foram influenciados pela pressão em levar a Copa do Mundo para o Oriente Médio pela primeira vez.

O Qatar, por sua vez,está se apressandoem desenvolver uma tecnologia de refrigeração eficiente e alimentada por energia solar, para instalar em seus estádios e poder fazer frente ao forte verão do Oriente Médio durante a Copa de 2022.

F. de São Paulo

Folha da Copa

Pármenas Alt28,044 Postagens

A estrada é longa e o tempo é curto. Não deixe de fazer nada que queira, mas tenha responsabilidade e maturidade para arcar com as consequências destas ações.

Deixe um comentário