Andre Esteves: BC deveria frear o ritmo de crescimento do crédito

O ritmo acelerado de expansão do crédito no Brasil nos últimos anos já começa a ser motivo de preocupação do mercado. O Banco Central deve atentar para isso e tomar algumas medidas para baixar esse ritmo de crescimento. A observação foi feita pelo presidente do banco BTG Pactual, André Esteves, durante o Fórum de Empreendedores, evento do LIDE – Grupo Líderes Empreendedores e JLIDE – Jovens Líderes Empreendedores, de João Doria, realizado no fim de semana passado em Campos do Jordão. Para André Esteves, o Banco Central já deveria começar a criar regras prudenciais (limites aos quais se sujeitam as instituições financeiras) para tentar reduzir o ritmo de crescimento do crédito ao consumidor. Ao se adotar regras prudenciais, o Banco Central não necessitaria de subir os juros, que já são muito elevados no País e um dos principais motivos da valorização do câmbio. Segundo ele, o crédito ao consumido no Brasil já está muito perto da média dos países desenvolvidos e pode ser motivo de preocupação no futuro, principalmente num momento onde a inflação começa a subir e o cenário internacional se deteriora Guilerme Barros/U.Segundo

Pármenas Alt28,044 Postagens

A estrada é longa e o tempo é curto. Não deixe de fazer nada que queira, mas tenha responsabilidade e maturidade para arcar com as consequências destas ações.

Deixe um comentário